Nesse artigo você vai conhecer mais sobre quais os formatos da prótese de silicone, espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Saúde. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

A decisão de colocar prótese de silicone nem sempre é fácil. Por vezes essa dificuldade não está relacionada ao preço do procedimento e sim, ao tamanho e ao formato do silicone. Isso acontece porque muitas mulheres chegam ao consultório com o tamanho, ou seja, a quantidade de silicone já pensada, mas nem sempre é a melhor opção.

Assim como em qualquer outra cirurgia plástica, ouvir as orientações do médico é importante, uma vez que esse profissional é gabaritado no assunto e ajudará na melhor tomada de decisão. O ideal é que na consulta, a paciente tire todas as dúvidas relacionadas ao procedimento e a prótese de silicone, que hoje tem tamanhos e formatos variados.

Tipos de próstese de silicone

Existem diversos fabricantes de prótese de silicone, tanto que o mercado oferta mais de dois mil tipos, divididos em formato, tamanho e volume. O cirurgião plástico, na consulta, explicará a função de cada uma dessas prótese, sendo que elas podem ser escolhidas entre:

  • Prótese redonda;
  • Prótese cônica;
  • Prótese em gota.

A mais comum e pedida pelas pacientes são as próteses redondas, pois conferem uma maior projeção da mana e realçam o colo. Porém, alguns médicos acreditam que a prótese cônica e a em gota são as que mais trazem naturalidade ao procedimento.

A decisão sobre o formato deve respeitar alguns princípios: tamanho natural da mama, tamanho do tórax, flacidez da mama e quantidade de pele para a colocação do implante. A opinião e os anseios da paciente são sempre fator determinante, mas ouvir a experiência do cirurgião plástico pode trazer o melhor resultado.

Outro ponto de atenção na escolha da prótese de silicone refere-se ao material usado em sua fabricação. Antigamente, há mais de 10 anos atrás, as próteses continham silicone em gel bem maleável, logo, em caso de acidentes coma a ruptura da prótese ele líquido vazava, gerando grandes problemas de saúde a essas mulheres.

Hoje, com o avanço da tecnologia, as próteses são produzidas em gel de silicone coeso. Isso significa que, mesmo a prótese de silicone sendo rompida, o seu interior não espalha pele corpo. Na atualidade as próteses texturizadas são as mais usadas, pois diminuem o risco de contratura capsular.

A contratura capsular, nada mais é que uma defesa do corpo frente a um corpo estranho. O organismo cobre a prótese e pode exercer a função de apertar o silicone, o que gera dor e eleva o risco de ruptura da prótese.  Com a texturizada, a incidência é bem menor.

Vale ressaltar que, a compra da prótese de silicone deve ser feita em empresas registradas e que tenham a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e certificações do Inmetro.

 

Projeção das próteses

Escolhido o formato, é necessário optar por uma das projeções existentes nas próteses de silicone. O perfil, como os médicos chamam, são: perfil baixo; perfil moderado; perfil alto e o perfil extra alto.  Quanto maior foi o perfil da prótese de silicone, maior será a projeção da mama após a cirurgia.

Na hora de escolher a prótese de silicone que melhor atenderá aos anseios, lembre-se de ter uma conversa franca com o médico cirurgião e considerar tudo o que foi orientado por ele.