Nesse artigo você vai conhecer mais sobre Mesigyna engorda espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Saúde. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

O anticontraceptivo injetável Mesigyna é composto por meio da combinação de dois hormônios sintéticos femininos: estrogênio (valerato de estradiol) e progestágeno (enantato de noretisterona).

Através dessa formula o anticoncepcional Mesigyna atua na glândula pituitária, ocasionando uma reação em cadeia que impede a ovulação, com essa supressão não há ovulação, ao inibir a ovulação e alterar o muco cervical a gravidez é impossibilitada, seu efeito é semelhante a outros anticoncepcionais comuns que possuem hormônios combinados.

O Mesigyna injetável de dose única deve ser sempre administrado por via intramuscular profunda (região glútea ou no braço). As injeções devem ser administradas de forma extremamente lenta e deve ser injetada imediatamente após a preparação da solução.

A primeira injeção deve ser administrada no primeiro dia do ciclo menstrual e deve ser utilizado uma vez ao mês.
Se estiver trocando de método anticontraceptivo (minipilula, implante ou DIU) para o uso do anticoncepcional injetável Mesigyna, durante os sete primeiros dias após aplicada injeção deve ser utilizado outro método de barreira como prevenção, no caso o preservativo é recomendado.

 

👨‍👩‍👧 O QUE DEVO FAZER PARA SER MÃE ?
Saiba tudo nesse Link: 👉 CLIQUE AQUI

 

O uso de Mesigyna Engorda?

Com o uso do anticoncepcional injetável Mesigyna muitas mulheres relataram o aumento de peso, assim como outros anticoncepcionais esse efeito colateral não foi comprovado por estudos. No entanto é possível que através do anticoncepcional haja uma maior retenção de líquidos, causando na usuária a sensação de que engordou com o uso do anticontraceptivo, mas não é possível taxar que o uso do Mesigyna engorda ou emagrece, pois seus efeitos colaterais variam de pessoa para pessoa.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais do Mesigyna são: alterações no ciclo menstrual, como sangramentos nos intervalos entre as menstruações (escapes), sangramentos prolongados ou até mesmo a ausência da menstruação.

Dores nos seios e dores de cabeça também são possíveis, assim como aumentos nos níveis de estresse e nervosismo. O que é muito raro, mas pode ocorrer, sendo muito perigoso, é o desenvolvimento de coágulos sanguíneos que podem levar a trombose venosa profunda.

E como já foi dito anteriormente há relatos por grande parte das usarias de que o uso do anticoncepcional Mesigyna engorda, porém em alguns casos é só um equívoco, pois o que ocorre normalmente é a retenção de líquidos, causando essa falsa percepção de que o Mesigyna engorda.

Vantagens

A principal vantagem que o uso do Mesigyna permite, é sua alta eficácia, o risco de engravidar tomando este anticoncepcional corretamente, chega a ser menor que o risco de engravidar após uma laqueadura. Além da segurança que oferece o Mesigyna é reconhecido por ser um método contraceptivo prático, já que seu uso deve ser realizado mensalmente e não depende da periodicidade diária que as pílulas anticoncepcionais devem ser ingeridas.

Como não é necessário usar o medicamento todos os dias para garantir sua eficácia, há um risco menor de se esquecer da prevenção.

Além de sua ação preventiva o uso de Mesigyna também proporciona outros benefícios, como: regular o ciclo menstrual, diminuir a TPM assim como a frequência e intensidade das cólicas menstruais. Seu uso também contribui para a prevenção do câncer dos ovários e endométrio, evita também o surgimento de cistos e miomas.

Contraindicações

O medicamento contraceptivo Mesigyna é contraindicado em casos de gravidez ou suspeita de gravidez, também não é indicado para pessoas com histórico de problemas cardiovasculares (trombose, infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral ou que apresentem estes sintomas atualmente.

Mulheres que tenham diabetes, enxaquecas e doenças ou tumores hepáticos também não devem usar este método anticontraceptivo.