Nesse artigo você vai conhecer mais sobre Dor de Garganta espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Saúde. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

A dor de garganta costuma ser um sintoma de um problema. Pode ser desconfortável e incomodar muito o paciente. A maioria dos casos de dor de garganta indicam doenças infecciosas (virais ou bacterianas) ou inflamações leves, que cessam sem tratamento médico ou então com o uso de anti-inflamatórios. Diversas condições podem causar uma dor de garganta. É necessário ficar atento se o sintoma não desaparecer.

Causas
De forma geral, as causas mais comuns para a dor de garganta são:

Infecções virais

A dor de garganta pode ser gerada por uma infecção viral. Entre as causas mais frequente, estão:

  • Gripe ou resfriado, os tipos mais comuns de infecção viral;
  • Laringite (a maioria dos casos de inflamação nas cordas vocais é viral; os sintomas são voz rouca e tosse, o que traz muito desconforto);
  • Faringite (geralmente é viral, e a pessoa sente dor para engolir e falar, além de sentir a inflamação que parece estar atrás da língua);
  • Amigdalite (casos de inflamação viral nas amígdalas são identificados por vermelhidão, inchaço ou secreções no local);

Há outras causas virais menos comuns, mas somente seu médico poderá identificar.

Infecções bacterianas

  • Uma infecção bacteriana pode também provocar uma forte dor de garganta, e as principais causas são:
    Faringite (essa inflamação também pode ser bacteriana e, nesse caso, é comum apresentar também pus, além dos sintomas já mencionados).
  • Amigdalite (as infecções bacterianas nas amígdalas são identificadas com a presença de pus).

Em raros casos, doenças sexualmente transmissíveis (DST), como a gonorreia ou a clamídia, podem provocar dor de garganta. Se você teve recentemente comportamento sexual de risco sexual, procure seu médico ou uma unidade de saúde, mas não omita o fato.

Irritações e lesões

  • Uma dor de garganta que dura mais de uma semana, também pode ser causada por substâncias irritantes ou lesões, como:
  • Baixa umidade, tabagismo, poluição do ar, forçar a voz ou drenagem nasal posterior
  • Respirar pela boca, quando você tem alergias ou está com o nariz entupido, levando sujeira e bactérias para a garganta.
  • Refluxo de ácido estomacal para a garganta, o que pode ser um sintoma de doença do refluxo gastroesofágico. A dor de garganta nesse caso pode ou não vir acompanhada de sintomas como azia, um sabor ácido na boca ou uma tosse.
  • Um machucado físico, como um corte, causado ao engolir algo pontiagudo.
  • Síndrome da fadiga crônica, uma doença que provoca cansaço extremo.

Tratamento de Dor de garganta

O tratamento para dor de garganta depende da causa. Se for uma doença viral, como gripe, é importante não usar antibióticos para tratá-las – pois eles eliminam apenas as bactérias, e não os vírus. Alguns tratamentos naturais são utilizados para a dor de garganta – mel, própolis, maçã com mel, gengibre, limão e papaína – mas eles são apenas paliativos e não tratam a raiz do problema. Porém, o que é sempre mais indicado é que a pessoa procure seu médico para que ele faça o acompanhamento e receite o remédio ou tratamento mais adequado.

Dor de garganta em criança

A dor de garganta é algo comum em crianças, porém é necessário tomar certos cuidados. Mas, por que, afinal, a dor de garganta é tão comum na infância?

Primeiro, porque o sistema imunológico ainda está amadurecendo e o organismo não formou suas defesas para combater alguns agentes. Em segundo lugar, o contato próximo com outras crianças e a partilha de objetos na escola favorecem a contaminação.
Na criança, esse sintoma torna-a bastante irritadiça e faz com que ela não queira comer nada. Mesmo que ela já faça a ingestão de alimentos sólidos, abra exceção e ofereça-lhe papinha e sopinhas mornas. Tenha bastante paciência também.