Nesse artigo você vai conhecer mais sobre Afonia, espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Saúde. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

 

Afonia

Perda total ou parcial da voz, provocada por AMIGDALITE, BRONQUITE, FARINGITE, GRIPE, LARINGITE ou TUBERCULOSE. Muito comum também em pessoas que utilizam a voz profissionalmente. A garganta apresenta-se dolorida e seca, com abundante produção de pigarro.

Evite bebidas e alimentos excessivamente gelados ou quentes, alimentos irritantes (pimentas, mostarda etc) e choques térmicos. Os alimentos naturais e FIBROSOS atuam como auxiliares do tratamento.

Fonte: LIVRO MEDICINA ALTERNATIVA DE A a Z

Crie sua loja virtual na Nuvem Shop

 

Sentir ou ter afonia é no momento em que perdemos a voz, uma coisa que pode acontecer por vários causas, seja um simples resfriado ou uma condição que pode ser mais grave.

No momento em que uma indivíduo perde a voz dizemos que possui afonia, e pode ser uma coisa repentino, por causa de a uma contaminação na garganta ou uma inflamação por causa de a um resfriado ou similarmente pode se criar de maneira progressiva. Ou seja, percebemos como pouco a pouco vamos ficando sem voz.

A afonia pode ser similarmente ter uma rouquidão simples, ou ficarmos com um fio de voz. Similarmente pode vir acompanhada de certo mal estar na garganta. Porém por que se acarreta precisamente a afonia? Vejamos precisamente do que se trata e quais são os sinais e motivos, do mesmo jeito que o tratamento mais eficaz.

 

O Que é a Afonia?

Se você possui afonia, sua voz soará ofegante, rouca ou tensa, ou será mais fraco em volume ou inferior em tom. A garganta similarmente pode se sentir áspera.

A afonia é várias vezes um sinal de complicações nas cordas vocais da garganta que pode ser criado por uma alteração ou consumo exagerado das cordas vocais ou similarmente são capazes de controlar elementos psicológicos.

 

Como Funciona Nossa Voz Se Você Tiver Afonia?

O aparelhagem da nossa voz é criado pela agitação das cordas vocais, que são duas faixas de tecido de músculo alisado que se colocam uma na frente da outra na garganta. A garganta está localizada entre a base da língua e a parte superior da traqueia, que é a via até os pulmões.

No momento em que não estamos falando, as cordas vocais estão abertas para que possamos respirar. No momento em que se apresenta o hora de conversar, no entanto, o cérebro organiza uma série de eventos. As cordas vocais se encaixam no momento em que o ar passa para fora dos pulmões, fazendo-as vibrar.

As vibrações produzem ondas sonoras que viajam por intermédio da garganta, nariz e boca, que atuam como cavidades de eco para articular o som. A qualidade da nossa voz, seu acento, volume e som são determinados pelo dimensão e maneira das cordas vocais e cavidades de eco. Esta é a justificativa pela qual as vozes soam tão distintos.

As variações individuais em nossas vozes são o resultado da porção de preocupação que colocamos em nossas cordas vocais. Por adágio, o descanso das pregas vocais faz com que uma voz seja mais profunda; apertando se converte em uma voz mais alta.

 

Quando se produz a Afonia?

No momento em que estamos resfriados, ou doentes pode ser que nossa garganta e garganta se vejam afetadas por vírus tendo que se dedicar para abordar e fazendo com que acabemos roucos. Similarmente pode ser o caso de ficar rouco no momento em que a nossa garganta se preenche, por exemplo, com fumaça do tabaco.

Frequentemente a afonia dura alguns dias e costuma se amenizar sem complicações, porém se tivemos rouquidão ou ficamos sem voz ao longo mais de 3 semanas, é fundamental aparecer o médico.

Você similarmente precisa aconselhar-se o seu médico se juntamente com a rouquidão, estiver tossindo sangue ou possui dificuldade para absorver, percebe um caroço no pescoço, sente dor ao falar ou engolir, sente falta de ar, ou despossar a voz inteiramente ao longo diversos dias.

 

Sintomas Da Afonia:

A afonia tem como seu principal sintoma a perda da voz, seja de maneira parcial, com uma rouquidão ou acompanhada de tosse, ou de modo praticamente total, ficando um pequeno fio de voz quase inaudível.

DICA: Mais de um milhão de eBooks para você ler onde e quando quiser. CADASTRE GRÁTIS

 

Causas Da Afonia:

Laringite: A laringite é uma das motivos mais comuns de afonia. Pode ser por causa do inchaço contingente das cordas vocais de um resfriado, uma contaminação do trato respiratório superior, ou alergias. O seu médico tratará a laringite de acordo com a sua razão.

Se for por causa de uma contaminação respiratória do acordo superior, o médico pode aconselhar repouso, líquidos e analgésicos. As alergias são capazes de ser tratadas da mesma forma, com o acréscimo de um excesso de remédios de distribuição livre para alergia.

Mau uso ou uso excessivo da voz: Torcendo em eventos esportivos, falando em voz alta em ambientes com muito barulho, falando por bastante tempo sem descansar a voz, cantando em voz alta, ou conversar com uma voz bastante alta ou bastante baixa pode provocar rouquidão temporária.

Descansar, diminuir o consumo da voz, e ingerir muita água te ajudará a amenizar a afonia pelo abuso ou consumo exagerado. Às vezes os indivíduos cujos empregos dependem das suas vozes, como professores, cantores, ou indivíduos públicas são capazes de ter mais dificuldade para se restabelecer da afonia.

Se você usa sua voz para passar a ter a vida e experimenta constantemente rouquidão, o médico pode acarretar analisar um fonoaudiólogo para terapia de voz. Na terapia de voz, te darão treino vocais e conselhos para evitar a afonia mudando as formas no qual utiliza a voz.

Refluxo gastroesofágico: Comumente conhecido por de azia, o refluxo gastroesofágico pode provocar afonia no momento em que o ácido do estômago sobe pela garganta e agravar os tecidos. Frequentemente, a afonia causada pelo refluxo é pior pela manhã e benefício no decorrer do dia.

Em algumas indivíduos, o ácido do estômago sobe todo o caminho até a garganta e a garganta e irrita as cordas vocais. Isso é conhecido como volta laringo-faríngeo (LPR). Esta enfermidade pode acontecer ao longo o dia ou noite.

Algumas indivíduos não abrange azia com LPR, porém são capazes de sentir como se frequentemente tivessem que tossir para apurar a garganta e são capazes de alcançar a sentir de afonia. Neste caso, se trata com modificações no regime para beber remédios que reduzam a acidade do estômago.

Nódulos vocais, pólipos e cistos: Os nódulos vocais, pólipos e cistos são crescimentos benignos (não cancerosos) no decorrer das cordas vocais. Os nódulos vocais são às vezes chamados “nódulos do cantor”, visto que são um dificuldade comum entre os cantores profissionais.

São formados em pares em lados opostos das cordas vocais, como resultado de um exagero de pressão ou atrito, formando um calo. Um pólipo oral geralmente acontece apenas em um lado da corda vocal. Um cisto oral é uma massa dura de tecido bloqueado em um saco da membrana interna da corda vocal.

Os tratamentos mais comuns para nódulos, pólipos e cistos são alívio oral, cura da voz, e uma intervenção para afastar o tecido.

Hemorragia das cordas vocais:  A hemorragia das cordas vocais acontece no momento em que um vaso sanguíneo na superfície das rupturas das cordas vocais e os tecidos se enchem de sangue. Se você perde sua voz de repente ao longo do uso vocal

(como gritar), é possível que tenha uma hemorragia das cordas vocais. Às vezes uma hemorragia das cordas vocais pode provocar afonia que se desenvolve depressa ao longo um limitado tempo de tempo e influencia somente naquele momento , porém não a fala.

A hemorragia das cordas vocais precisa ser tratada de imediato com relaxamento completo de voz e algumas recomendações do médico.

Paralisia das cordas vocais: Esse é um transtorno da voz que acontece no momento em que uma ou ambas das cordas vocais não se abrem ou fecham de modo correto. Pode ser causada por uma agravo na cabeça, pescoço ou tórax; câncer de pulmão ou da tireoide; tumores da base do crânio, pescoço ou tórax; ou contaminação (por adágio, enfermidade de Lyme).

Os indivíduos com certas doenças neurológicas, como a esclerose múltipla ou enfermidade de Parkinson ou que tenham considerado um acidente vascular cerebral são capazes de analisar paralisia das cordas vocais. Em vários casos, entretanto, o motivo é desconhecida. A paralisia das cordas vocais se trata com terapia de voz e, em alguns casos, a intervenção.

Doenças e distúrbios neurológicos: As doenças neurológicas que afetam as áreas do cérebro que controlam os músculos da garganta ou garganta similarmente são capazes de provocar afonia. A afonia é, por vezes, um sinal da enfermidade de Parkinson ou acidente vascular cerebral.

A disfonia espasmódica é uma enfermidade neurológica rara que causa afonia e pode similarmente prejudicar a respiração. O tratamento nestes casos dependerá do forma de enfermidade ou transtorno.

 

Tratamento da Afonia:

Ao abordar as motivos já indicamos alguns tratamentos que são capazes de ser ingerir remédios ou mudar a regime (no caso de ter afonia por causa de a acidez), porém similarmente podemos aguçar alguns medicamentos que nos permitem restabelecer a voz absolutamente.

  • Faça gargarejos com uma colher de sopa de sal em um taça de água.
  • Triture uma cebola no liquidificador, adicione o mel (que possui efeitos antibacterianos) combinação e tome duas colheres de sopa por dia. Coloque para aferventar em uma panela hortelã, no momento em que aferventar e abrir vapor, desligue o fogo, coloque o rosto sobre os vapores que emana e cubra com uma toalha para que você possa realizar “vapores” com o vapor. Abra sua boca, para que não somente penetre nas narinas.
  • Faça um suco de abobrinha e adicione duas gotas de limão. Tome no decorrer do dia. São ricos em mucilagem que auxilia a abaixar a mucosa.
  • Ferva 3 cenouras, deixe esfriar, triture e misture com um pouco de água e mel. Tome ao longo todo o dia. Fornece antioxidantes, betacaroteno, e auxiliam a suavizar a garganta.

 

Alimentação/Dieta Para Afonia:

Juntamente com os medicamentos para o tratamento da afonia, podemos dizer que há uma série de alimentos que podemos ingerir que nos auxiliam no caso de sentir uma afonia.

É bom, por isso nos alimentarmos de e consumirmos alimentos e ervas que sejam ricos em vitamina A, ácidos graxos ômega-3, antocianinas ou mucilagem, já que são os que nos permitirão corrigir as mucosas irritadas e similarmente amenizar a dor e a aflição que se acarreta na garganta, eliminando os germes que geram a contaminação e a estresse e, em última avaliação, te ajudarão a restabelecer a voz.

Por outro lado, se, como dissemos, a afonia é causada por volta gastroesofágico é melhor consumir alimentos que não geram acidade e, então, precisa ser evitada a consumo de alimentos picantes ou alimentos gordurosos ou que forneçam muita gordura (como as frituras, por exemplo), do mesmo jeito que café e similarmente tabagismo.