Nesse artigo você vai conhecer mais sobre sintomas de gravidez antes do atraso menstrual, espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Saúde. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

São poucos os sintomas de gravidez antes do atraso menstrual uma vez que para isso o feto tem de ter no máximo 4 semanas, mas vamos enumerar pelo menos 5 deles pra você!

O atraso menstrual pode estar diretamente relacionado a uma gravidez, mas nem sempre, no entanto em caso de dúvida faça um teste de gravidez ou consulte o seu médico.

Neste artigo vamos mostrar pra você alguns dos sintomas que podem confirmar se está realmente grávida ou se o seu atraso menstrual se deve a outro problema de seu corpo.

 

Sintomas de gravidez antes do atraso menstrual

Para confirmar se está grávida ou não é importante ver os primeiros sintomas de gravidez antes do atraso abaixo. Caso tenha algum deles recomendamos que faça de imediato um teste de gravidez de urina ou sangue para ter a confirmação a 100% de que está realmente grávida.

 

Fome

Este é um dos primeiros sintomas de gravidez antes do atraso menstrual… É natural sentir mais fome durante a gravidez devido às transformações metabólicas que o corpo sofre, como por exemplo o aumento da produção de peptídeos, que é uma substância que gera a sensação de insaciedade.

É recomendável que uma pessoa adulta consuma cerca de 2 mil calorias por dia, no entanto, as gestantes devem consumir 300 calorias se for apenas um bebê, mas em caso de gémeos é aconselhável que consuma 600 calorias a mais.

Este sintoma é visto como um motivo de preocupação para muitas mulheres, no entanto, não significa que por comer mais irá engordar de forma excessiva. Para tal, basta fazer uma alimentação saudável e adequada para gestantes, se tiver dúvidas sobre o que deve comer ou não, marque uma consulta num nutricionista e ele lhe dará a dieta mais apropriada para si.

Uma alimentação saudável para uma gestante consiste numa dieta mais rica e nutritiva, tanto para a mãe como para o bebê, onde é aconselhável que inclua mais frutas, legumes e hortaliças nas refeições e evitar a todo o custo o consumo de alimentos gordurosos e fritos, álcool e sal.

Contudo, a diminuição desta saciedade durante a gravidez pode ser alcançado se realizar pequenas refeições durante o dia, incluindo lanches leves sempre que tiver fome, como por exemplo queijo branco, gelatina, torrada com atum, vitaminas e frutas.

 

Sono

O sono e o cansaço são um dos sintomas de gravidez antes do atraso menstrual mais comuns.

É comum sentir-se com mais sono no primeiro trimestre e no inicio do segundo trimestre da gravidez. Após isso, é geral sentir uma sensação de energia até ao terceiro trimestre mas por volta de 28 semana o nível de energia volta a diminuir!

Tenha atenção às necessidades do seu corpo e tire uma soneca sempre que puder e tente ir sempre para a cama cedo. Se estiver a trabalhar, tente fechar os olhos por alguns minutos e vai sentir-se um pouco melhor ou se puder vá no banheiro ou numa sala vazia e faça mesmo uma pausa de cinco minutos e vai ver como terá um pouco mais de energia.

Uma alimentação saudável também ajudará que tenha um pouco mais de energia e uma disposição melhor.

Grande parte das mulher afirma que entre o quarto e o sétimo mês é a melhor parte da gravidez, pois confessam se sentem ótimas, com bastante energia onde aproveitam para cuidar dos preparativos para o bebê.

 

Desejos insaciáveis

Os desejos insaciáveis de grávidas são quase incontroláveis e grande parte das gestantes confessa desejar consumir algum alimento em grande quantidade, algo que nunca provou ou mesmo algo que não seja comestível, como um pedaço de parede, por exemplo.

É realmente um dos sintomas de gravidez antes do atraso menstrual um pouco estranho, sendo que é conhecido como o sintoma de Pica, apesar de que se manifesta também em mulheres não gestantes. Sendo que o desejo de comer coisas estranhas geralmente reflete-se num estado de carência nutricional, como anemia, mas também está relacionado com as alterações hormonais das gestantes.

Contudo, não é conhecida uma razão exata do porquê de existirem estes desejos insaciáveis durante a gravidez. Pensa-se que é pelo facto do corpo precisar de trabalhar a dobrar. Existem, no entanto, alguns tipos de desejos que alertam para necessidades reais, como uma gestante vegetariana ter um enorme desejo de consumir carne!

 

Vómitos

Os vómitos ou enjoos são comuns durante os primeiros meses da gravidez, sendo que costumam estar relacionados com fatores hormonais ou psicológicos.

Se estes sintomas de gravidez antes do atraso menstrual forem contínuo e quase permanentes após todas as refeições é caracterizado por hiperêmese gravídica e afeta menos de 0,5% das gestantes. Se este for o seu caso, aconselhamos que consulte o seu médico rapidamente, pois o seu bebê pode ser prejudicado por uma deficiência de nutrientes, podendo ser melhorado por medicamentos, dieta especial ou suplementos alimentares.

Os enjoos matinais também são bastante comuns e desagradáveis, no entanto, podem ser minimizado se não ficar mais de três horas em jejum e com o consumo de algumas frutas como o kiwi, laranja, abacaxi e limão.

 

Frequência urinária

Durante a gravidez as idas regulares ao banheiro para fazer xixi são muito comuns durante o primeiro e o último trimestre. Sendo que chega a ser um dos primeiros sinais de uma gravidez, pois ocorre uma grande mudança hormonal no sistema, visto que o aumento do útero diminui a capacidade da bexiga e em simultâneo você produz mais urina.

No entanto, mesmo que tenha a bexiga vazia é normal que tenha a sensação de que está cheia devido à pressão.

Beba sempre bastante água durante o dia, no entanto para ajudar a controlar a frequência urinária é aconselhável que beba menos líquidos uma ou duas horas antes de ser deitar, diminuindo assim o número de idas ao banheiro durante toda a noite.

Evite bebidas cafeladas pois o têm um efeito diurético e provocam ainda mais vontade urinar.

Se sentir alguma dor, ardor ou só conseguir fazer às gotinhas procure a ajuda de um médico para prevenir que tenha uma infeção urinária, pois aumentam o risco de ter um parto prematuro.

Não se preocupe que pouco tempo depois do seu bebê nascer a frequência urinária irá diminuir. Apesar de que nos primeiros dias após o parto, terá na mesma uma grande vontade de urinar e com bastante frequência devido ao seu corpo estar escoando os líquidos extras retidos durante a gravidez e se tiver tomado soro no hospital.

Para além dos sintomas de gravidez antes do atraso menstrual pode ainda enfrentar dor no pé da barriga.

Se tiver alguma suspeita de estar grávida recomendamos que visita um ginecologista para fazer os exames necessários.

 

Autor: Jorge Silva