Nesse artigo você vai conhecer mais sobre Como Eliminar Estrias Naturalmente, espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Estética. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

As estrias são cicatrizes que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele, normalmente causada por um estiramento da pele. As linhas são formadas por causa da diminuição da espessura da derme e da epiderme. Elas podem coçar e arder, mas em geral não apresentam sintomas com seu aparecimento.

Causas

As estrias normalmente se formam quando há estiramento da pele, que no geral é causado por:

  • Aumento do volume corpóreo;
  • Elevação do peso por causa de gravidez;
  • Colocação de prótese mamária;
  • Uso de anabolizantes;
  • Fatores hormonais como o uso de estrógeno e hormônios adrenocorticais;
  • Uso prolongado de tratamentos com corticoides;
  • Fatores genéticos;
  • Crescimento natural do corpo da fase adolescente à adulta;
  • Oscilações hormonais;
  • Má alimentação– Alimentos hipercalóricos e gordurosos podem provocar as

Tipos de estrias

Existem diferentes tipos de estrias, que variam não somente na cor e no aspecto, mas também nas causas e nas formas de tratamento. Elas podem surgir devido à predisposição genética ou a fatores como gravidez, ganho de peso em pouco tempo ou crescimento muito rápido.

As estrias são cicatrizes que se formam com o rompimento das fibras elásticas e colágenas da pele. São causadas por um estiramento muito rápido da pele. Isso acontece geralmente na fase de crescimento, na gravidez, quando há um ganho de peso excessivo em pouco tempo ou com o aumento dos seios com próteses de silicone.

O histórico familiar e o tipo de pele são fatores que também contribuem para o aparecimento de estrias com mais facilidade. As peles claras geralmente são mais sensíveis e propícias ao problema, já as peles negras são mais fortes e resistentes ao rompimento das fibras.

Os tipos de estrias podem ser divididos em três categorias: as vermelhas ou arroxeadas; as brancas superficiais e estreitas; e ainda as brancas profundas e largas. Ao toque, são percebidas como depressões lineares. Os locais mais comuns são nos flancos, nas coxas, nos glúteos, no abdômen e nos seios.

As vermelhas ou arroxeadas são as estrias recentes, nas quais o tecido não foi totalmente prejudicado e há sangue circulando no local. Elas podem coçar um pouco. Com o passar do tempo, as linhas vão perdendo gradualmente a tonalidade até se tornarem esbranquiçadas as e profundas.

acabar com estrias

Prevenção

Em primeiro lugar, você deve ter em mente que a principal forma de combater as estrias é manter a pele hidratada: recomendam-se os hidratantes e óleos com propriedades hidratantes, tais como os:

  • Cremes à base de ureia;
  • Óleo de semente de uva;
  • Óleo de semente de amêndoas.

Aplique-os após o banho: é a melhor hora para a pele absorver seus compostos. Massageie a pele – esta dica é importante para as mulheres grávidas.

Outras formas de evitar as estrias é controlar o peso – o efeito sanfona é uma característica crucial para a pele, que sofre com as fendas que são difíceis de serem tratadas.

Tratamento para estrias

O tratamento para estrias pode incluir procedimentos estéticos e dermatológicos, aplicação de cremes e géis e tratamentos naturais que são muito simples de serem preparados em casa mesmo, com ingredientes fáceis de serem encontrados e, portanto, muitos mais acessíveis e viáveis economicamente.

Entre os tratamentos disponíveis, quem tem estrias pode realizar os seguintes procedimentos:

  • Fraxel laser SR 1500: este laser é ideal para as estrias mais adultas, as esbranquiçadas, pois faz micro perfurações na pele, ajudando a responder com cicatrização de colágeno. Você precisa de no mínimo três sessões com intervalos quinzenais ou mensais para ver os resultados.
  • Luz pulsada: é uma espécie de laser que trata as lesões da pele avermelhadas, marrons e os micro vasinhos. É ideal para apagar as estrias na fase inicial. De cinco a oito sessões são necessárias.
  • Transcisão: trata-se de um procedimento cirúrgico no qual o médico introduz uma agulha fina com um micro bisturi na ponta, um instrumento específico para estrias. O profissional descola as laterais, a parte de cima e embaixo da pele, rompendo as fibras elásticas do local. Dessa forma, a estria é preenchida por colágeno novo e suas bordas se unem, ficando imperceptíveis. Esta técnica apresenta resultados muito satisfatórios e necessita o uso de cinta elástica por 3 meses. É necessária uma sessão apenas.

Para o tratamento das estrias brancas, existem diferentes tipos de tratamento que podem ser feitos, como:

  • Dermaroller, Skin Roller ou microagulhamento: é um pequeno rolo com minúsculas agulhas que, quando deslizam na pele, perfuram a camada mais superficial e favorecem a formação de novas fibras de colágeno e elastina, eliminando as estrias gradualmente, a cada sessão. O microagulhamento deve ser realizado por dermatologista.
  • Carboxiterapia: é um procedimento em que se aplicam várias injeções de CO2 diretamente nas estrias, o que leva ao aumento da circulação sanguínea da região, eliminando-as gradualmente.
  • Laser de CO2: ajuda na formação de novas fibras de colágeno, diminuindo o tamanho e a espessura da estria.
  • Peeling de ácido retinoico: na concentração ideal, pode ser aplicado diretamente no local, promovendo a retirada de células mortas, estimulando a produção do colágeno e melhorando o aspecto da pele.
  • Dermoabrasão: é uma espécie de esfoliação mecânica em que são retiradas as camadas mais superficiais da pele, deixando a estria mais uniforme.
  • Intradermoterapia: é a aplicação de várias substâncias químicas através de injeções ao longo de todo o comprimento das estrias, melhorando seu aspecto e diminuindo o seu tamanho.
  • Galvanoterapia: uso de um aparelho de corrente galvânica que, através de estímulos elétricos, promove a penetração mais profunda de determinadas substâncias químicas, que favorece a formação de colágeno e elastina.
  • Micro Needling: uso de micro agulhas para penetrar uma região específica da pele, provocando micro ferimentos e vermelhidão. Este processo estimula naturalmente a regeneração da pele, produção de colágeno, elastina e de ácido hialurônico.

Estes tratamentos são realizados em várias sessões e por tempo prolongado. O uso tópico do ácido retinoico é uma grande ajuda e serve de suporte aos outros procedimentos terapêuticos. Para os pacientes persistentes no tipo de tratamento escolhido, os resultados são animadores. A melhora varia de 30 a 40% nas estrias antigas (brancas e atróficas) e de 70 a 80% nas estrias recentes. Mas esses resultados dependem da espessura e localização das estrias e quanto maior o tempo de tratamento melhor o resultado. Outros produtos de uso tópico como o retinol e hidroxiprolina podem ser utilizados.

acabar com estrias

Como eliminar estrias

As estrias podem ser vermelhas, roxas ou brancas e o seu tratamento consiste em eliminar parte da pele “ferida“ e melhorar a sua hidratação, de forma a prevenir a formação de novas estrias. Em mulheres é mais comum encontrar estrias nos flancos, coxas, glúteos, abdômen e nos seios. Acontece muito quando a mulher entra na puberdade, cresce muito rápido, ou ganha peso em um curto espaço de tempo. Conheça alguns métodos para prevenir e tratar as estrias:

  • Evite coçar o local: Essa é uma das principais dicas para eliminar as estrias naturalmente, porque o ato de coçar pode destruir as fibras que dão sustentação à pele, ou seja, irá só aumentar as estrias.
  • Esfoliação da pele: uma boa alternativa para combater as estrias Pois, consiste em eliminar células mortas e uma fina camada de pele, favorecendo a formação de uma nova camada. Basta misturar 1 colher de açúcar com um pouquinho de óleo de amêndoas doces e esfregar nas estrias diariamente.
  • Creme para estrias: O uso de um bom creme para estrias, prescrito por dermatologista, ajuda a manter a pele devidamente hidratada e quando este contém substâncias, como vitamina A, vitamina C, vitamina D e vitamina E, favorece a regeneração tecidual e renovação de toda a pele, eliminando as estrias. Outra boa opção são cremes à base de ácido retinoico, que devem ser prescritos por especialistas.
  • Claras de ovos: essa é uma das melhores receitas para remover as estrias Por ser uma e excelente fonte em proteínas, a clara do ovo ajudar a rejuvenescer a pele. Então, tente colocar as claras de ovos nas áreas afetadas três vezes ao dia.
  • Óleo de Rosa Mosqueta: este óleo é um excelente componente para eliminar as estrias O óleo de rosa mosqueta é um líquido que tem grande potencial regenerador e ajuda na recuperação da pele.
  • Suco de limão: os ácidos naturais presentes no suco de limão podem auxiliar na eliminação das células mortas. Tudo que você precisa fazer é esfregar o suco em suas áreas afetadas usando movimentos circulares e, em seguida, deixe secar por cerca de 10 minutos.
  • Vitamina E: a vitamina E é uma das vitaminas mais benéficas para o cuidado da pele, uma vez que é perfeita para combater o envelhecimento da pele e favorecer uma correta circulação sanguínea. Por isso, é um bom componente para prevenir e eliminar as estrias Além disso, o melhor é comprar cápsulas de vitamina E e aplicar o líquido sobre a zona afetada pelas estrias. Outra opção é massagear a zona com óleos vegetais ricos em vitamina E como o azeite de Oliva, o óleo de soja, o óleo de avelã ou o óleo de rícino, entre outros.
  • Cuidados com a Alimentação: Essa é uma das principais dicas para prevenir ou eliminar as estrias Pois, é essencial para ter uma pele saudável e com uma aparência mais firme e lisa. Uma dieta rica em vitaminas e minerais irá ajudar bastante a prevenir a formação de estrias em algumas zonas do seu corpo. É recomendável consumir vegetais frescos, legumes, frutas e óleos vegetais e alimentos ricos em vitamina E, sem se esquecer de ingerir a quantidade de água suficiente.
  • Azeite: a aplicação do azeite é uma boa forma de eliminar as estrias Pois, ajuda a prevenir danos e hidrata significativamente a pele durante e após a gravidez; pode ser aplicado em qualquer área afetada pelas estrias. Além disso, o azeite é rico em vitamina E, que restaura o tecido da pele.
  • Há relatos de que alguns óleos essenciais atenuam significantemente as estrias quando aplicados regularmente. Esses óleos são remédios caseiros comuns, por exemplo, rosas, gerânio, lavanda, etc. Estes podem ser aplicados diretamente, misturados com óleo de coco ou um hidratante sem cheiro.
  • Existem outros óleos e cremes compostos de Retin-A ou ácido glicólico. No entanto, é importante lembrar que essas soluções compradas no mercado podem causar danos e um dermatologista deve ser consultado.
  • O uso de 500mg de vitamina C, tomadas oralmente, podem ajudar a reduzir o aparecimento de estrias.

Cicatricure para estrias

Para dar eliminar ou pelo menos suavizar as estrias, existem diferentes tratamentos estéticos e cremes especiais. Um deles é o Cicatricure. A ação dos ingredientes deste produto ajuda na melhora gradativa da aparência das estrias, estimulando regeneração da pele e aliviando a cor e a textura dessas cicatrize.

O Cicatricure Gel, de maneira geral, age melhorando a hidratação e a qualidade da pele. Por análise da fórmula e, segundo o fabricante, não há contraindicações.

Entre os principais ingredientes da fórmula do Cicatricure Gel estão alguns naturais, como extrato de cebola (Allium cepa L), de camomila (Chamomilla recutita), de tomilho (Thymus vulgaris), de conchas marinhas (Ostrea Shell), da folha de nogueira (Juglans regia leaf), de babosa (Aloe barbadensis), de centela (Centella asiatica) e óleo de bergamota (Citrus aurantium bergamia).

Enquanto as estrias ainda estão vermelhas, é indicado realizar tratamentos estéticos, pois eles surtirão mais efeito. Mas quando atingem a coloração branca, é muito mais difícil tratar, pois os métodos só servirão para amenizar a cor e textura da estria. O uso do Cicatricure deve ser feito assim que sair uma estria, mesmo que seja pequena, prevenindo o surgimento de outras e evitando que fiquem brancas.

acabar com estrias

Estrias vermelhas

As estrias vermelhas possuem esse aspecto por causa do rompimento de vasos sanguíneos da área, sendo mais recentes e, portanto, mais fáceis de serem tratadas. Geralmente possuem um relevo enrugado na pele.

A partir do momento em que aparecem quanto mais cedo as estrias vermelhas forem tratadas, maior a chance de um resultado satisfatório. Por serem mais recentes, a região da pele com a estria avermelhada ainda possui uma determinada capacidade de regeneração, permitindo que o tratamento anti estria seja mais eficaz.

Estrias na gravidez

O surgimento de estrias na gravidez, chamadas em medicina de striae gravidarum, é um acontecimento extremamente comum, chegando a acometer 70 a 90% das gestantes, principalmente no terceiro trimestre, época em que o esgarçamento da pele da região abdominal torna-se mais intenso.

A nossa pele possui propriedades elásticas que a tornam capaz de se esticar conforme o indivíduo cresce ou engorda. Entretanto, essa flexibilidade tem um limite. Se a distensão da pele ocorrer de forma rápida, ou seja, ao longo de semanas, a pele não consegue acompanhar o ritmo de expansão, sofrendo lesões nas suas fibras elásticas. Estas lesões das fibras elásticas da pele formam cicatrizes, que nada mais são do que as estrias.

As estrias surgem normalmente nas áreas sujeitas a contínuo e progressivo esgarçamento, como é o caso da região abdominal durante a gravidez.

Porém, outros fatores presentes na gravidez também influem no desenvolvimento das estrias, como:

  • Alterações hormonais naturais da gestação;
  • Tendência familiar para formação de estrias;
  • Idade da gestante – mulheres mais novas (com menos de 25 anos) têm uma pele mais “firme”, apresentando maior facilidade de rompimento das fibras elásticas;
  • Primeira gestação – o risco de aparecerem estrias é muito maior na primeira gravidez;
  • Peso do feto – quanto maior for o crescimento da barriga na gestação, maior será a esgarçamento da pele e maior o risco de estrias;
  • Ganho de peso na gravidez;
  • Etnia da gestante – grávidas de etnia não branca apresentam um maior risco de desenvolverem estrias na gravidez;
  • Existência de estrias antes da gravidez;
  • Aparência das estrias na gravidez;

As estrias da gravidez costumam surgir a partir do 6ª mês de gestação. Inicialmente, as estrias são de cor rosa. As novas lesões podem coçar e ao redor das estrias a pele se parece fina. Gradualmente, as estrias podem crescer em comprimento e largura, e sua coloração torna-se mais arroxeada ou avermelhada. As estrias mais antigas vão perdendo sua coloração. Nos primeiros meses após a gravidez, elas começam a desvanecer, tornando-se pálidas ou levemente prateadas. As estrias antigas também podem ficar ligeiramente deprimidas e com forma irregular.

As estrias na gravidez surgem proeminentemente na região abdominal, mas também são comuns nos seios, nas nádegas, nos quadris, região lombar e até nos braços, se a paciente tiver grande ganho de peso na gestação.

Como evitar o aparecimento das estrias na gravidez?

Na gravidez não é possível controlar o principal fator de risco, que é o crescimento do volume abdominal, por isso, a prevenção é mais difícil que na população em geral. Controlar o ganho de peso na gravidez é importante, pois, se além da distensão do abdômen pelo aumento do útero a pele também sofrer estresse por aumento do tecido adiposo (tecido gorduroso) a chance de surgirem estrias é ainda maior.

acabar com estrias

Remédio para estrias

Além dos procedimentos, há cremes, géis, vitaminas e tratamentos caseiros para combater as estrias.

Assim, alguns dos tratamentos mais indicados para cada tipo de estrias são:

Esfoliação da pele: consiste em eliminar células mortas e uma fina camada de pele, favorecendo a formação de uma nova camada mais lisa. Pode-se fazer isso em casa misturando-se 1 colher de açúcar com um pouquinho de óleo de amêndoas doces e esfregando nas estrias diariamente.

Creme para estrias: o uso de um bom creme para estrias, prescrito pelo dermatologista, ajuda a manter a pele devidamente hidratada e quando este contém substâncias, como vitamina A, C, D e E, favorece a regeneração tecidual e renovação de toda a pele, eliminando as estrias. Outra boa opção são cremes à base de ácido retinoico, também prescritos pelo dermatologista.

Estrias na barriga

As estrias na barriga são um dos problemas de beleza mais temidos pelo público feminino. As listras que marcam a pele não só comprometem o visual, como também afetam a autoestima de quem sofre com elas.

As mulheres são as que mais sofrem com as estrias na barriga, que surgem, principalmente, durante a gravidez. Isso ocorre porque a pele acaba sendo esticada além do limite, em um período de tempo muito curto. O mesmo pode ocorrer quando há um aumento de peso acelerado.

Além disso, fatores genéticos também desempenham um papel decisivo no aparecimento das estrias. Portanto, caso existam casos do problema na família, é bom ficar atenta e prevenir desde cedo.

Esse rompimento costuma ser avermelhado na fase inicial, sendo mais fácil de tratar. Depois de algum tempo, acaba adotando uma cor esbranquiçada. As estrias brancas são cicatrizes – ou seja, nesses casos o processo inflamatório já chegou ao fim.

Pois é, elas são as mais afetadas com estrias do que os homens. Isso se deve ao fato de que a mulher tem dois hormônios – a progesterona e o estrógeno – que são os principais responsáveis pela ruptura das fibras elásticas da pele.

Os homens sofrem com o problema quando engordam bastante (barriga e braços são as áreas mais afetadas) e não tem a pele bem hidratada, uma vez que o ressecamento da pele prejudica a sua elasticidade natural, e quando há necessidade da pele esticar, há maior facilidade no rompimento das fibras elásticas e o consequente aparecimento das estrias.

Cremes para estrias

  • Vitanol – á base de retinoico;
  • Bepantol;
  • Cicatricure;
  • Creme para estrias da Bio-Médicin;
  • Emulsão universal anti estrias da Merck;
  • Anti estrias + firmeza com Prolastium e X-tensyl da L’Oreal;
  • Gel firmador de tecidos e prevenção de estrias, da Ox;
  • Aha Puissant com ácido glicólico, da Racco;
  • Skin so Soft loção para estrias, da Avon;
  • Emulsão auxiliar para estrias, da Natura.

Remédios naturais para estrias

Menos dolorosos, você mesmo faz em casa, tomam menos tempo, sem risco de efeitos colaterais e bem acessíveis financeiramente, há vários remédios naturais para estrias transformados em compostos testados e muito eficientes:

  • PASTA DE CREMES COSMÉTICOS, VITAMINA E ÓLEO DE AMÊNDOAS

A combinação entre cremes hidratantes e vitaminas para a pele é bastante eficaz no combate às estrias. Após misturar os ingredientes abaixo, armazene-os em um pote limpo com tampa e mantenha-o na geladeira, utilizando a mistura todos os dias, em todas as áreas da pele afetadas pelas estrias.

  • PASTA DE CREMES COSMÉTICOS, COM VITAMINA E ÓLEO DE AMÊNDOAS

1 lata de creme Nívea (aquele da latinha azul), 1 tubo de Hipoglós, 1 ampola de Arovit (vitamina A), 1 vidro de óleo de amêndoas

  • MÁSCARA DE AZEITE COM ALOE VERA E VITAMINAS

Quase meia xícara de azeite, 1/4 de xícara de aloe vera em gel, 6 cápsulas de vitamina E, 4 cápsulas de vitamina A

Bata tudo no liquidificador e mantenha a pasta na geladeira. Aplique diariamente sobre as áreas afetadas. Esse tratamento é mais indicado para as estrias que ainda estão vermelhas e, portanto, não são definitivas.

  • CREME DE BABOSA E ABACATE

½ abacate, 1 folha de babosa (os cristais da folha) e 1 colher pequena de azeite de oliva.

Adicione todos os ingredientes no liquidificador. Bata até que se forme uma pasta. Utilize o creme para fazer massagens circulares nas áreas que você possui estrias, deixando por cerca de 20 minutos. Após, enxague com água fria.

  • CREME COM ABACATE, ÓLEO DE AMÊNDOAS E AVEIA

2 colheres de aveia, ½ abacate, e 2 colheres de óleo de amêndoas.

A ideia é parecida com o creme anterior. Bata os ingredientes a mão, aplique massageando por 20 minutos e enxague com água morna.

  • PASTA DE CENOURA

Coloque uma cenoura no vapor até amolecer. A seguir, faça um purê e coloque-a nas áreas afetadas pelas estrias por 30 minutos. Faça o enxague com água fria.

  • UMA MISTURA DE ELEMENTOS PARA ESTRIAS BRANCAS

5 cascas de beterrabas, 5 cascas de pêssegos, 1 pedaço de cenoura.

Bata os ingredientes e aplique sobre as estrias.

  • ROSA MOSQUETA

Aplique óleo de rosa mosqueta diariamente após o banho com o dedo indicador e espalhe bem até penetrar na pele, faça isso sobre as estrias. Essa substância auxilia na regeneração da pele que foi prejudicada pelas estrias. Mas lembre-se e nunca se expor ao sol com esse óleo sobre a pele, pois pode causar manchas!

Gostou ? Compartilhe, deixe seu comentário abaixo, Obrigado!