Nesse artigo você vai conhecer mais sobre A importância de cultivar amizade entre irmãos espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Bem-Estar. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

O amor entre irmãos é algo natural, mas a amizade é algo que deve ser cultivado durante a vida. Enquanto crianças, eles vão estar sempre juntos, mas quando crescerem, cada um terá sua rotina diária e se não tiver certa cumplicidade, com o passar dos anos essa relação pode esfriar. Veja a importância de cultivar a amizade entre irmãos.

Ter um irmão é muito bom, mas tê-lo como melhor amigo, é melhor ainda.

Encontrar o melhor amigo na sua própria casa traz muitas vantagens e poucos são os irmãos que mantém esse laço de amizade quando crescem. A amizade entre irmãos supera até mesmo o laço de sangue que existe entre eles.

Ter um irmão como melhor amigo, é poder ter um companheiro protetor, leal, carinhoso, mas também chato. Sim, ter um irmão que às vezes é “chato” também tem seu lado positivo, afinal, a criança cresce com a experiência de ter o melhor amigo e ao mesmo tempo, o irmão que diz sempre “não”, que implica, que joga a culpa nela, sente ciúmes, entre outras coisas, comuns do relacionamento entre irmãos.

Mas acima de tudo, a criança sabe que pode contar com seu irmão para sempre e em tudo o que precisar. Ela desenvolve diversas características importantes em toda a sua vida. Quando o irmão/irmã é o melhor amigo, essa união é levada para toda a vida e eles desenvolvem:

  • Cumplicidade: aprontam juntos com os pais;
  • Proteção: um dá cobertura ao outro quando este apronta;
  • Telepatia de gêmeos: um sempre sabe o que o outro sente/pensa;
  • Sinceridade: ambos sempre vão dizer a verdade um para o outro, nua e crua;
  • Críticas construtivas: um conhece muito bem o outro e podem sempre se ajudar;
  • Maior conselheiro: seu irmão é a pessoa com quem você pode contar a vida inteira para falar sobre seus problemas;
  • Transparência: por se conhecerem desde sempre, um será sincero com o outro;
  • Intimidade: ambos podem ser verdadeiros, sempre eles mesmos na presença um do outro.

É claro que irmãos brigam e quando isso acontece, os pais querem mesmo é sair de perto.

Mesmo quando um acha que o outro incomoda, ainda assim é muito amor envolvido, por exemplo:

  • Intrometido: mesmo quando um não pede conselhos, o outro sempre vai se intrometer, pois quer o melhor para o irmão;
  • Tudo (ou quase) é compartilhado: o que é de um, praticamente é do outro;
  • Não dá para esconder nenhum segredo: um irmão vai saber que o outro esconde um segredo só pela cara e fará de tudo para que seja revelado.

Quando os pais ajudam os filhos a cultivar a amizade entre eles, ajuda-os a encontrar um melhor amigo, daquelas amizades verdadeiras e que duram para sempre.

Como unir mais os filhos

Todos os pais querem ver os filhos sempre unidos e amigos uns dos outros. Para que isso ocorra, os pais precisam criar um ambiente para que eles se tornem, naturalmente, amigos. Além da personalidade de cada um, existem fatores que influenciam nessa relação. Conheça alguns:

  1. Nem sempre compartilhar é bom: seus filhos não precisam compartilhar exatamente tudo, cada um deve ter um brinquedo, por exemplo, que seja somente dele.
  2. Ensine que um pode proteger o outro: mostre a importância de um dar a mão ao outro ao atravessar uma rua, mesmo que você esteja junto. Pequenas atitudes, como ensinar o mais velho a tirar objetos pequenos de perto do mais novo, contribui com o sentimento de proteção fraternal.
  3. Limite o tempo de TV e videogame: ter tempo livre para brincarem juntos, vai ajudá-los a construir memórias, desenvolvendo a amizade entre irmãos.
  4. Respeitar o espaço individual: ensine seus filhos que cada pessoa possui suas necessidades e estar sozinhos, por um tempo, é bom para todos e devemos respeitar esses momentos.
  5. Ensine-os a superar pequenos conflitos: ensine seus filhos a perdoar e pedir perdão, isso evita atritos.
  6. Seja um só time: promova um ambiente de trabalho em equipe em casa, realizando tarefas juntos.
  7. Deixe-os resolver os problemas juntos: não fique o tempo todo separando “brigas”, mas deixe-os aprender a resolver seus problemas.
  8. Façam mais viagens e passeios em família: tente viajar mais em família, visitando os melhores destinos para crianças e assim criar nos pequenos o hábito de descobrir novos lugares e dividir experiências juntos. Pode ser que quando eles tiverem suas próprias famílias, não consigam viajar juntos, mas terão para sempre esses momentos guardados na memória e sentirão saudades de reviver tudo isso, o que os ajuda a estarem sempre conectados, fortalecendo ainda mais a amizade entre irmãos.
  9. Dê brinquedos que se brinca junto: ao dar brinquedos aos seus filhos, ofereça jogos que sejam compartilhados, incentivando-os a se divertirem juntos.
  10. Estimule as demonstrações de afeto: fisicamente ou verbal, é preciso fazer com que ambos se sintam protegidos e amados um pelo outro e isso fortalece o amor fraternal.

Por: Andréia Silveira, colaboradora do site SeguroViagem.org