Nesse artigo você vai conhecer mais sobre Dieta Japonesa, espero que goste, aproveite também para conhecer outros artigos relacionados na nossa categoria de Alimentação. Por favor, se esse artigo for relevante para você, deixe um comentário no final da página, e muito importante para nossa equipe! Fique a vontade e boa leitura.

 

Dieta Japonesa

Uma dieta só pode ser eficaz se for saudável. E neste quesito se encaixa perfeitamente a culinária japonesa, que é repleta de alimentos ricos em nutrientes. A dieta japonesa pode propiciar uma melhor saúde e ainda estimular você a se manter em forma. Trata-se de uma dieta em que ocorre um choque calórico no organismo, gerando uma perda de peso rápida.

 

A dieta japonesa é extremamente restrita e pode gerar uma redução de 6 kg a 8 kg em uma semana.  A dieta é rigorosa e só pode ser feita se você é disciplinado e comprometido em buscar o corpo que almeja.

 

É importante ressaltar que dietas restritivas podem provocar grande perda de massa muscular e mal estar. A ideia desta dieta é segui-la apenas por 7 dias e depois passar a uma alimentação saudável, não tão restritiva. É como se o corpo sentisse a queda nas calorias; há uma desintoxicação do corpo dos alimentos pesados, e depois de um tempo você volta a ingerir mais calorias, porém mudando seus hábitos, com a ingestão de alimentos mais saudáveis.

 

Como funciona

A dieta japonesa é restrita, não há exceções e você deverá seguir o cardápio à risca. Ela é o tipo de dieta que você não poderá fazer substituições. Ela possui fundamentos e é baseada em baixíssima ingestão de calorias. Você pode utilizar a dieta japonesa para obter perda de peso de forma rápida, mas claro, ela não pode ser mantida por muito tempo.

 

O cardápio da dieta não é baseado nos pratos típicos da cultura japonesa, suas refeições contam com frutas, legumes e verduras, o que nutre seu corpo e pode ser consumido sem maior preocupação. É difícil manter a dieta, pois ela apenas permite que você faça três refeições diárias e em pouca quantidade. Ela restringe os carboidratos e até proteínas de origem animal.

Alimentos que aceleram seu metabolismo

O consumo de chás e café é liberado. Essas bebidas podem intensificar a redução de medidas e até induzir à eliminação de toxinas. As bebidas proporcionam um melhor funcionamento de seu metabolismo e, com ele sempre ativo, todos os sistemas de seu organismo trabalharão com mais eficiência para conquistar o corpo que quer.

 

Água

Um dos pontos mais importantes é você tomar bastante água. Isso irá contribuir para desintoxicar o corpo e controlar a fome. Procure beber cerca de 3 litros de água por dia.

Dieta econômica

A dieta não é difícil em termos dos alimentos utilizados, que são de fácil acesso e de custo baixo.

Motivação

É essencial estipular objetivos e não economizar esforços para alcançá-los. A dieta japonesa pode proporcionar momentos de desânimo e grande ansiedade. Por isso precisa ter foco nos objetivos, nas estratégias e nos resultados que está buscando. É preciso disciplina.

Não pule refeições

Enquanto há dietas que indicam alimentação a cada três horas, na dieta japonesa é quase impossível pular refeições (por já serem poucas ao dia), mas é importante ressaltar esse cuidado. Seu corpo já estará deficiente em relação a uma alimentação normal, então não pule refeições, você só terá 3 ao dia. Faça as 3.

Exercícios físicos

Eles poderão intensificar a sua perda de peso. É importante refletir que uma dieta induz a um novo estilo de vida. Conscientize-se que a dieta japonesa não poderá ser mantida por um longo tempo, pois a baixa de carboidratos e proteínas resultaria em prejuízos à sua saúde. Lembre-se que carboidratos são fundamentais para quem pratica atividades físicas intensas, então mantenha o corpo em movimento durante a dieta, mas de forma moderada.

Estilo de vida

A dieta japonesa proporciona resultados rápidos e o emagrecimento requer uma reeducação alimentar e um novo estilo de vida que deve ser adotado por você. Então, reconheça que sua alimentação não só deve ser saudável durante 7 dias, mas durante toda a vida. Se você apenas mantiver a alimentação correta durante 7 dias, deve se conscientizar que seu esforço será em vão, caso não siga uma rotina saudável depois.

Cuidado com as reações

O seu corpo poderá reagir negativamente à carência de carboidratos. É importante que você priorize o seu bem estar e analise suas reações. Se a alimentação causar estranhamento em seu organismo, você poderá ter tonturas e fraquezas durante o dia. Policie-se.

 

CARDÁPIO 1

A seguir, você terá duas opções de cardápio da dieta japonesa durante os 7 dias da semana.

 

Segunda-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante;
  • Almoço
    Dois ovos cozidos com sal e verduras;
  • Jantar
    Um bife grande e salada de pepino e alface.

Terça-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço
    Verduras e frutas e um bife grande;
  • Jantar
    Apenas presunto à vontade.

Quarta-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço
    Dois ovos cozidos, salada e tomate à vontade;
  • Jantar
    Salada de repolho, cenoura e chuchu à vontade.

Quinta-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço
    Um ovo cozido, cenoura crua ou cozida à vontade e uma fatia de queijo mussarela;
  • Jantar
    Salada de fruta à vontade e um iogurte natural.

Sexta-feira:

  • Café da manhã
    Café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço
    Tomate à vontade e filé de peixe frito;
  • Jantar
    Bife e salada de frutas à vontade.

Sábado:

  • Café da manhã
    Café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço
    Frango assado a vontade;
  • Jantar
    Dois ovos cozidos com sal.

Domingo:

  • Café da manhã
    Café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço
    Um bife grande e frutas à vontade;
  • Jantar
    Comer o que quiser dentro desse regime.

CARDÁPIO 2

Esta é outra forma de seguir a dieta japonesa:

  • Café da manhã (para todos os dias)

Para beber, utilize sempre café ou chá com adoçante, nunca açúcar. E para comer, procure utilizar sempre um biscoito água e sal em cada refeição.
Não coma mais que um porque isso pode vir a atrapalhar o processo.

  • Almoço (para todos os dias)

No almoço, procure não ingerir líquidos. Deixe para beber somente água após a refeição. E quanto aos alimentos, faça uso de ovos cozidos, verduras, bife, salada de tomate, cenoura (crua ou cozida), filé de peixe frito, frango assado e frutas.

Claro que você não pode comer todas essas coisas em um único dia. Deve mesclá-las e utilizá-las no decorrer da semana. Por exemplo: você só deve consumir um tipo de carne por dia. E no dia em que comer ovo, a carne deve estar fora do prato.

  • Jantar (para todos os dias)

Para o seu jantar, procure se alimentar com bife, pepino, alface, presunto, repolho, cenoura, chuchu, frutas, iogurte natural e ovos cozidos.

A regra é a mesma do almoço: procure mesclar os alimentos no dia a dia, sempre prezando pelas refeições menos calóricas.

 

VANTAGENS DA DIETA JAPONESA

  • Todos os pratos possuem os nutrientes necessários para nosso organismo.
  • Eles possuem as proteínas que você necessita para conferir energia ao corpo.
  • Você irá consumir todas as vitaminas de que necessita para viver de forma saudável.
  • Seu organismo vai trabalhar melhor e será mais eficiente na digestão dos alimentos.
  • Seu organismo vai se libertar das toxinas e de outras substâncias que lhe causam morosidade de ação, já que os alimentos permitidos pela dieta possuem ação adstringente.
  • Os líquidos retidos serão liberados e você diminuirá a sensação (e os efeitos) do inchaço no seu corpo.
  • Os riscos de AVC, infarto, diabetes e outras patologias ligadas à má alimentação serão minimizados (drasticamente reduzidos).